728x90 AdSpace

Latest News
6 de fev de 2012

A Postura do Bailarino (parte 2)

No momento da Apresentação:

O inicio: A ministração da dança na igreja deve ser a mais limpa e clara possível. Deve ter começo, meio e fim. As vezes os bailarinos entram com o louvor já em andamento, todos devem entrar da mesma maneira:  se entramos caminhando, devemos ter os passos sincronizados e no mesmo ritmo. Se entramos girando, ou fazendo qualquer movimento,deve haver sincronismo. Todos devem estar atentos para que essa entrada seja uma dança clara, precisa. Se o grupo vai entrar primeiro para depois começar a música, todos devem entrar com reverência, sem algazarra, atentos para posicionar-se corretamente no lugar. Aguardar o inicio da música em silêncio, sem ficar olhando para o companheiro, fazendo sinais ou rindo. Todos devem saber posicionar-se corretamente.


O meio: É importante, quando dançamos em grupo, atentarmos para alguns itens que podem "tirar a atenção" do expectador quanto a mensagem ministrada, a unção de Deus transmitida. Vamos partir do seguinte princípio: o grupo deve ter uniformidade, para que o expectador não se distraia com algo, tirando sua atenção da mensagem ministrada. Então vamos lá:
O traje: O uso de um uniforme é importante, porque traz homogeneidade ao visual da apresentação. Quando não existem personagens específicos, em que é essencial o traje diferenciado, o melhor é usar um uniforme.
Cantar: Particularmente, não acho que é errado cantar no momento em que estou dançando. Mas o que fica evidente é que quanto somente uma pessoa canta, e o resto do grupo não, toda atenção se volta pra essa que canta. Então vamos combinar: ou todos cantam, ou ninguém canta.

Continua...
Silmara Caetano

Através do Blog Mover, encoraja e estimula ministérios de dança de todo o Brasil a oferecerem uma adoração com excelencia a Deus. Sirvo a Deus com coração, alma e entendimento. Tudo é por Ele e para Ele... Leia Mais sobre o autor

  • Blogger Comments
  • Facebook Comments

3 pessoas comentaram:

  1. A Paz do Senhor querida,procurando apostilas de dança encontrei o seu blog,adorei achei muito lindo que Deus continue te abençoando!!!
    é realmente necessário que um adorador com danças faça Ballet?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thais! Graça e Paz, amada! Que vc seja bastante ministrada ao visitar essa blog. Oro para que a cada postagem, vc seja abençoada com o toque do Espirito Santo.
      A aula de Ballet não é obrigatória, de jeito nenhum. Porém é interessante que o bailarino adorador busque crescer, melhorar tecnicamente, no estilo de dança que mais goste, ou que melhor se adapte. Uns gostam de ballet, outros preferem Street Dance, já outros Contemporâneo...
      Mas Por que fazer aulas? nosso corpo é nosso instrumento. É com ele que louvamos a Deus. A dança é nossa OFERTA de louvor a Deus. Assim como um musico se aperfeiçoa em seu instrumento para fazer o melhor para Deus, assim tambem nós devemos aprender a dançar, aperfeiçoar nosso estilo, para a cada dia oferecer o nosso MELHOR ao Senhor!

      Um gde bjo!

      Excluir
  2. Oii mais uma vez a paz do Senhor, o seu blog é lindo uma benção, quanto a cantar na hora de ministração eu acho essencial é cantando que nós sentimos a música, e na minha opinião mostramos que ñ estamos só dançando por dançar,mas estamos adorando!

    ResponderExcluir

Compartilhe suas experiências ou deixe seu recadinho! Vou curtir de montão!

Item Reviewed: A Postura do Bailarino (parte 2) Rating: 5 Reviewed By: Silmara Caetano